3 problemas com seu onboarding que você pode corrigir agora

Onboarding Jun 03, 2019

Você deve considerar o onboarding dos colaboradores como uma jornada que começa antes que eles iniciem na sua empresa

Com o objetivo de melhorar o engajamento, a retenção e a experiência dos colaboradores, muitas empresas desenvolveram programas de onboarding. Um estudo publicado pela Gallup descobriu que a maioria das organizações está iniciando nessa jornada e apenas 12% dos colaboradores concordam fortemente que sua organização faz um ótimo trabalho no onboarding de novos colaboradores.

88% dos colaboradores dizem que sua organização não faz um ótimo trabalho no onboarding de novos colaboradores.

Você acha que sua organização está fazendo um ótimo trabalho no onboarding de novos colaboradores?

Selecionamos alguns problemas que sua organização pode ter e como você pode corrigi-los:

1. Seu onboarding é considerado um curto período

Você deseja ver as contribuições e o desempenho dos colaboradores o mais rápido possível, mas pesquisas mostram que normalmente os colaboradores levam cerca de 12 meses para atingir seu máximo potencial de desempenho.

O onboarding deve ser planejada como uma jornada mais longa

Você deve considerar o onboarding como uma jornada mais longa, começando semanas antes do colaborador iniciar.

2. Onboarding e uma cultura de inclusão

Os líderes da organização precisam de um local de trabalho diverso e uma cultura inclusiva para começar a perceber os benefícios da Diversidade e Inclusão - D&I, como rotatividade reduzida e maior desempenho.

Para se destacar, os colaboradores devem se sentir valorizados, respeitados, aceitos e incentivados a participar plenamente

Muitos ambientes de trabalho atuais tem problemas para se tornarem mais diversos e inclusivos e para entenderem que as empresas devem começar desde o primeiro dia. Você está considerando a diversidade e a inclusão no seu programa de onboarding?

3. Perder excelentes talentos

Uma das causas da baixa retenção é o baixo envolvimento e engajamento dos colaboradores. O onboarding não é apenas sobre instruções, é sobre cultura, é sobre conexão social, é sobre ajudar novos colaboradores a se tornarem membros produtivos da equipe. E é sobre ações e sentimento de pertencimento que provam a promessa que você fez quando as contratou.

O custo de encontrar, contratar e treinar é alto. Estudos indicam que estimativas conservadoras indicam que custará a empresa 1 a 2 vezes o salário anual de um colaborador para encontrar, contratar e treinar um substituto.

A rotatividade custa a empresa 1 a 2 vezes o salário anual de um colaborador para encontrar, contratar e treinar um substituto.

Você deve monitorar seu programa de onboarding e revisar seus investimentos para garantir que ele esteja recebendo a atenção necessária.

Baixe o checklist gratuito de onboarding inclusivo para novos colaboradores

Fernanda Martins

Junto com Robson Mafra

Designer e especialista em educação bilíngue para surdos, Língua Brasileira de Sinais (Libras) e Português. CODA (Filha de pais Surdos), fundadora do projeto Surdo para Surdo e Inboarding.