Tenho um colega de trabalho surdo. E agora?

Experiência do Colaborador 23 de Dez de 2022

Muitas pessoas ainda não puderam conviver com pessoas surdas e, por isso, não sabem como agir quando chega uma pessoa surda em seu ambiente de trabalho.

Já pensou no que seria importante fazer para receber bem uma pessoa Surda no seu time atual de trabalho?

A Lei 10.436 de 2002 reconheceu a Língua Brasileira de Sinais (Libras) como forma de comunicação e expressão das comunidades de pessoas Surdas do Brasil.

Mas, é relevante saber, que nem todas as pessoas Surdas utilizam a Libras. Há muitas formas de ser uma pessoa surda. Pessoas surdas podem:

  • Se comunicar pela Língua Brasileira de Sinais (Libras);
  • Ter o português como segunda língua;
  • Ser fluentes em português;
  • Ser fluentes em Libras e em Português;
  • Ter feito o implante coclear;
  • Fazer leitura labial.

Então, como me comunicar com uma pessoa surda?

É muito importante que você pergunte para a pessoa surda com quem você vai trabalhar como é a melhor forma de se comunicar com ela.

Pessoas surdas convivem com pessoas que ouvem todos os dias, e elas já sabem ensinar como a conversa deve seguir após esse primeiro contato.

Pode ser que ela prefira fazer leitura labial. Nesse caso, você fala normalmente, sem articular as palavras de forma exagerada.

Pode ser que ela queira escrever em um papel, ou usar o celular como suporte para a conversa.

Pode ser, ainda, que ela prefira utilizar a mediação de um  profissional intérprete de Libras. Algumas empresas contam com esse profissional que pode ser chamado.

O importante é tentar entender como cada pessoa surda com quem você convive prefere se comunicar.

Pontos de atenção no dia-a-dia

Para que essa parceria de trabalho seja boa para todas as pessoas, lembre-se, sempre, de incluir a pessoa surda nas conversas, e de chamar ela sempre que as pessoas do time saírem, juntas, do ambiente de trabalho.

Pode acontecer de as pessoas saírem da sala para fazer uma reunião em outro espaço, e a pessoa surda se perceber sozinha na sala, sem saber onde todas as pessoas foram. Imagine como essa situação é ruim. Lembre-se de comunicar à pessoa surda o que está acontecendo, isso faz com que o ambiente seja mais inclusivo e acolhedor.

Lembre-se, também, que o material utilizado no dia-a-dia deve ser acessível. Quando compartilhar um vídeo da internet com os colegas de trabalho, é importante verificar se o vídeo tem legenda, de preferência a legenda fixada, que é feita ou revisada por uma pessoa. A legenda automática ainda não tem qualidade boa o suficiente.

Em geral, as adaptações não são complexas, é importante, apenas que você se lembre que tem uma pessoa surda presente, e que será necessário pensar em alguns detalhes.

Caso queira conhecer mais sobre formas de transformar o ambiente de trabalho em um ambiente mais inclusivo para pessoas surdas, baixe o ebook que foi elaborado pela Inboarding.

Ao baixar o ebook, você terá acesso a um conteúdo que irá te ajudar a:

  • Preparar lideranças para a diversidade;
  • Construir equipes mais diversas;
  • Aumentar a retenção e o engajamento do seu time.
Baixar o e-book: Aprenda a ser acessível com pessoas surdas no trabalho.

Christianne Miranda

Junto com Darley Goulart, Ayana Omi, Bianca Reis, Fernanda Martins

Christianne é psicóloga, intérprete de Libras, CODA e, na Inboarding, pesquisadora. Tem como principal objetivo de vida ajudar a criar uma sociedade mais acolhedora e acessível para todas as pessoas.